• Cecilia Andalaft

Estudar ou não estudar, eis a questão.


Todos nós, ao menos uma vez na vida, reclamamos de ter que estudar, do tempo gasto com os estudos, que poderíamos estar fazendo algo mais interessante e divertido. Nos queixamos de ter que ler um livro para a prova, decorar fórmulas absurdas, estudar sobre povos da antiguidade...e para que estudar tudo isso se não vamos utilizar na nossa vida?

Esta é uma pergunta bem interessante, mas a verdade é que todos podem tirar proveito dessa oportunidade pois a escola é um ambiente propício para adquirir diversos conhecimentos e habilidades que vão nos acompanhar o resto da vida. Professores estão à disposição para tirar dúvidas, livros trazem um mundo de instruções e competências, é na escola que desenvolvemos habilidades para lidar com a autoridade dos professores, com as diferenças entre os colegas, desenvolvemos a atenção, o autocontrole, a memória, o raciocínio, aprendemos a resolver problemas e a ter responsabilidade, evoluímos como pessoa e futuramente como profissional. Entretanto tudo isso depende de nós. Para realmente aprender é preciso empenho. Ninguém pode nos obrigar a estudar, mas se desejarmos parar hoje, daqui há alguns anos, não estaremos tão longe de onde paramos.

A escola é um período de aprendizado: situações que vivenciamos ali serão as que iremos vivenciar na faculdade, no trabalho, em uma reunião, etc. A nossa bagagem diz quem somos para as outras pessoas, portanto, se resolvemos estudar, é porque decidimos aprender algo a mais e sermos responsáveis por aquilo que aprendemos.

Se você ainda não se convenceu, aqui vai uma boa informação: Um estudo realizado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com 15 países membros concluiu que “pessoas que estudam mais são mais felizes e satisfeitas com a vida” e “pessoas que estudam mais tem expectativa de vida maior”. Uma pessoa que não se aplica aos estudos geralmente terá mais limitações profissionais e pessoais ao longo da vida, é o que diz a ciência. Acho mesmo que nunca é tarde para estudar.

Como concluiu o gênio Leonardo da Vinci "O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã".


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo