• Cecília Andalaft

Como vender pela internet


Você já reparou que em qualquer lugar, no shopping, na faculdade, no ônibus, na fila do banco, é muito comum ver as pessoas conectadas à internet? Esse público é muito variado, de diferentes classes sociais, nível educacional e idades distintas. Fazem buscas, pesquisam, consomem conteúdo, conversam com seus amigos, veem mensagens e e-mails, entre outros.

Com uma presença tão significativa no nosso cotidiano, muitas empresas enxergaram aí uma oportunidade de ganhar dinheiro e passaram a usar esse canal para fazer negócios tornando a internet um mecanismo de vendas para milhares de pequenos e grandes empreendedores.

Mas não é tão fácil vender pela internet. Iniciar um comércio online exige muita pesquisa, informação, empenho e lógico, um certo investimento. Alguns desses passos são:

- Abrir a empresa: A própria internet fornece as orientações iniciais tanto para o microempresário quanto para empresas maiores.

- Criar um site: Para criar uma loja virtual, o empreendedor precisará de uma plataforma, uma ferramenta na internet para criar e manter o próprio site. Existem várias plataformas tanto pagas quanto gratuitas para poder começar o negócio.

- Estabelecer a função do site: A função vai depender do tipo de negócio. Pode-se usar a página como meio para expor produtos, serviços, comunicar notícias da empresa, ser um canal de vendas e oferecer uma área de contato direto com o cliente. Quanto mais clara estiver a função do site, mais claras serão as estratégias.

- Cadastro em Programas de Afiliados que funciona assim: Por meio de banners ou de um link comum em um texto da página recomenda-se produtos de outras lojas virtuais recebendo comissão por cada compra realizada através desse banner ou link.

- Desenvolver estratégias de comunicação: Há vários canais que podem ser usados para anunciar a presença da empresa na internet. Esse ponto é vital e não pode ser negligenciado. O site deve manter-se atualizado, com fácil navegação e com conteúdo relevante.

- Utilizar as redes sociais: É quase certo que o cliente participe de uma rede social, então é importante que a empresa também esteja lá. As mídias sociais são uma ótima forma de promover a divulgação dos produtos e realizar contato com o público.

-Oferecer canais de atendimento ao consumidor: Os principais são telefone, e-mail e chat.

Mesmo com cenário nacional desfavorável, o comércio eletrônico segue crescendo. Para 2017 espera-se um crescimento de 12% em relação a 2016 com faturamento de R$ 59,9 bilhões. Esses números fazem do comércio online um grande negócio que só tende a crescer a cada ano.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo