• Cecília Andalaft

O Brasil está entre os dez países que mais empregam trabalhadores temporários no mundo.

O que é o trabalho temporário?

É um trabalho prestado por um trabalhador a uma empresa seja substituindo temporariamente um funcionário permanente ou para atender necessidade de demanda dessa empresa.

A substituição do funcionário permanente dá-se nos seguintes casos: Cobertura de férias; Licença maternidade; Licença médica, Licença acidente, entre outros.

A necessidade de demanda dá-se normalmente em datas comemorativas como Natal, Páscoa, Dia das Mães, ou para atender um mercado aquecido e/ou desaquecido e é uma excelente alternativa para momentos de crise, quando as empresas tem receio de contratar mão de obra efetiva devido às instabilidades conjunturais.

O Brasil foi um dos primeiros países a ter uma legislação regulamentando essa modalidade de trabalho. A Lei 13.467/17 em vigor serve de inspiração a outras nações, porque preserva direitos sociais dos trabalhadores e garante a flexibilidade necessária para as empresas.

O trabalho temporário gera, atualmente, cerca de 600 mil empregos formais ao mês por meio de 1,9 mil empresas. Milhares de jovens ingressam no mercado e outras milhares de pessoas conseguem seus empregos pelas portas do trabalho temporário, sendo que 30% deste contingente podem ser efetivados pelas empresas contratantes.

Fundamental no combate ao desemprego, o trabalho temporário tem muito a oferecer ao Brasil.


Factu Temporários e Terceirizados. Terceirização é o nosso negócio!

www.factu.com.br


Fontes: FENASERHTT (Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado)

SINDEPRESTEM (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo)

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo