• Cecília Andalaft

Modelo de Trabalho Híbrido – Tendência no mercado de trabalho


O modelo de trabalho híbrido é, basicamente, aquele que mistura o formato presencial com o home office.

Esse modelo de trabalho é uma tendência mundial e está ganhando cada vez mais adeptos. A pandemia do novo coronavírus acelerou essa tendência e muitos empregadores e empregados viram que essa possibilidade é muito viável.

Uma pesquisa realizada pela Wework em países da América Latina, incluindo Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru, revelou que 75% dos profissionais sentem-se seguros em retornar ao escritório mas 81% consideram o modelo híbrido o mais indicado para o mercado de trabalho no pós-pandemia, alternando dias de trabalho presencial com o remoto.

E quais as vantagens nesse tipo de trabalho?

Custos reduzidos

Como o número de colaboradores que vão à empresa é menor, os gastos com a manutenção do local tendem a diminuir, como energia, água, internet, equipamentos, vale-transporte, etc. Ainda dependendo da equipe há a possibilidade da empresa ter um espaço menor ou alugar espaços apenas quando for necessário reunir a equipe.

Menor rotatividade

Quando os profissionais não têm a obrigação de ir até a empresa para cumprir um horário, eles se sentem mais valorizados em seus cargos e tendem a permanecer mais tempo na função. Além disso, colaboradores e candidatos passam a ter uma melhor percepção sobre a marca.

Ganho de tempo

Ao trabalhar em casa, não é preciso se deslocar diariamente e enfrentar o trânsito das cidades, o que economiza muito tempo e garante menos estresse.

Comodidade

A possibilidade de trabalhar em casa durante alguns dias traz alguns benefícios como contato maior com a família e horas livres para outras atividades.

Produtividade

Com menos stress, horas a mais e a possibilidade de ficar à vontade em casa a concentração aumenta e consequentemente a produtividade.

E as desvantagens?

O risco da sobrecarga de trabalho, a exigência de maior disciplina do colaborador e muitas vezes a interrupção do trabalho pelos familiares, os barulhos domésticos, além da falta de espaço adequado para trabalhar em casa são alguns pontos negativos levantados pelos trabalhadores.

Existem profissões em que esse modelo de trabalho pode ser implantado, geralmente nas áreas de tecnologia e comunicação, como jornalista, redator, designers gráfico e de interiores, desenvolvedor web, profissionais de marketing, arquitetos, programadores, e até médicos, profissionais que dificilmente imaginaríamos longe dos hospitais, têm a possibilidade de trabalhar em casa com a telemedicina.

Apesar das vantagens, 62% das empresas já retomaram as atividades presenciais e a maioria das funções ainda exigem a presença constante no local de trabalho.


Fontes: https://exame.com/

https://blog.solides.com.br/

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo