• Cecília Andalaft

O E-COMMERCE NA PANDEMIA







O ano de 2020 revolucionou o comércio eletrônico do mundo inteiro. Empresas de todos os segmentos buscaram refúgio na internet para não quebrar.

Uma pesquisa realizada pela Opinion Box mostrou que os canais de e-commerce continuam liderando as vendas durante a pandemia. Antes da pandemia, 66% dos consumidores compravam artigos de moda e acessórios em lojas de rua; este número caiu e foi para 22%. Além disso, 60% das pessoas consumiam em lojas de departamento, enquanto 57% o faziam em shopping centers; agora, os números caíram para 16% e 7%, respectivamente.

Com as restrições impostas desde 2020, as pessoas acostumaram-se a comprar on-line e apesar da liberação do comércio físico, parece que as vendas on-line vão permanecer liderando. Segundo a pesquisa, 79% das pessoas desejam continuar fazendo compras online. Destas, 94,7% vão receber os produtos em casa e outras 5,3% vão retirar em loja física.

O estudo mostra que os consumidores de 36 a 50 anos são os que mais fizeram compras pela internet. Em seguida, estão os de 26 a 35 anos (31,4%) e, nas últimas posições, estão tanto os mais jovens quanto os mais velhos: consumidores de até 25 anos e os com mais de 51 anos responderam por igual porcentagem de volume de compras (16,3% cada).

Faturamento 2019 X 2020: Apesar da leve queda apresentada no ticket médio, o crescimento de 127% no volume total de pedidos garantiu aos e-commerces um faturamento de mais de R$2,75 bilhões — 2 vezes maior do que o valor alcançado em 2019. E isso considerando apenas com compras feitas pelo cartão de crédito.


Produtos mais vendidos:

Eletrônicos e informática........39,3%

Móveis e eletrodomésticos....23,6%

Beleza...................................................18%

Moda e acessórios.......................13,4%

Farmácia e saúde..........................8,5%

Bebidas..................................................5%

Pet shop................................................5%

Casa e construção............................5%


Porcentagem das vendas para homens x mulheres por categoria:

Homens Mulheres

Bebidas.................................................................71% ..............29%

Beleza....................................................................12%...............88%

Casa e construção..........................................56% .............44%

Eletrodomésticos e eletroportáteis........52%...............48%

Eletrônicos e informática.............................94%..................6%

Farmácia e saúde............................................30%...............70%

Livraria....................................................................46%...............54%

Moda e acessórios...........................................28%...............72%


Vendas por região:

A região SUDESTE liderou as compras com 62% seguida pela região SUL com 17%. O NORDESTE representou 13% e as regiões NORTE e CENTRO-OESTE com 6% cada uma.

Após mais um ano de pandemia, há a consolidação de novos hábitos, como as compras online, o envio de presentes via Correios ou transportadoras, o uso de cartões digitais, o entendimento da facilidade de compra sem a necessidade de desperdício de tempo em trânsito e filas, e diversos benefícios que foram compreendidos pelos consumidores, não deixarão de fazer parte de suas rotinas e escolhas quando a pandemia finalmente acabar.


Fontes: https://www.em.com.br/app/noticia

www.adsplay.com.br

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo